fxyrjfsxf

A mulher fria (escrito por um homem)

Ela é o tipo de mulher que te vai tentar impedir de entrares na vida dela umas dez vezes. Vai estar sempre a dizer frases do tipo “os homens são todos iguais”, “já ouvi essa história antes”, “és assim com todas?”, “dizes as coisas da boca para fora, não as sentes”, “não quero uma relação”.

Ela não o faz por mal. Ela é assim porque já foi muito magoada por um ou mais homens no passado. Ninguém depois se esforçou o suficiente nem é minimamente interessante. A maioria dos homens que irão aparecer agora vão chegar apenas com a intenção de a levar para a cama e sair da vida dela imediatamente após isso. Então ela agora criou este tipo de proteção para não voltar a cair no mesmo erro novamente e o seu maior medo é voltar a apaixonar-se por alguém e posteriormente começar uma nova relação.

Vai dizer às pessoas que a rodeiam que está bem sozinha e que não precisa de homem nenhum para nada, que quer é estar no canto dela sem ninguém a chatear pois já teve problemas que cheguem. Acha que não existe alguém que se identifique com ela, alguém que valha a pena. Vai passar a ver tudo de uma maneira mais negativa que até se vai esquecer de como é bom ver as coisas com o coração novamente. Vai tentar ser a pessoa mais independente do mundo, vai ter 3 cães e 3 gatos e vai tentar substituir o amor de um homem pelo amor dos seus animais. Vai chamar-lhes de vida e dizer que são as coisas que mais ama.

Tão cedo não volta a levar rapaz algum para sua casa mesmo que ele apenas a queira ajudar com as compras do supermercado. Ela simplesmente desistiu de procurar alguém, mesmo tendo as amigas e colegas de trabalho a incentivá-la todos os dias para ir conhecer este ou aquele, a tentar marcar encontros a 4 com os amigos do namorado. Ela até pode ir a um ou outro, mas muito dificilmente se irá interessar por essa pessoa pois não é em 30 minutos, ou enquanto tomam um café, que ela vai deixar alguém entrar na vida dela e muito provavelmente nem vai querer um segundo encontro.

Mas isso tudo irá mudar um dia.

Vai aparecer um homem tão confiante, seguro de si mesmo, insistente e empenhado que não vai desistir à primeira, segunda ou terceira recusa dela. Vai ser alguém que ela até pense no primeiro encontro “eu nunca vou ter nada com esta pessoa, nem faz o meu estilo!”

Talvez por isso mesmo é que ele a vai cativar e derreter toda aquela barreira de gelo que ela construiu durante este tempo todo.

Vai-lhe mostrar que não está de passagem na vida dela, mas sim para ficar!

Ela queria fugir, mas quando deu por isso já tinha as duas mãos agarradas a ela e finalmente sentiu que afinal gostar de alguém é bom.

Na maioria das vezes vais ter que ser tu a mandar mensagem de bom dia e boa noite, vais ter que ser tu a iniciar a conversa, pois caso contrário ela não te irá dizer nada.

Vais também ter que aprender a lidar com aquele mau feitio inicial quase todos os dias. Talvez seja uma espécie de teste para ver se realmente a queres mesmo ou se és apenas mais um engraçadinho a tentar ter algo com ela que não seja algo sério.

No final ela vai ceder e voltar a amar novamente.

Estas serão as palavras dela: como é bom gostar de ti! Como é bom dormir contigo, como é bom voltar a sorrir com alguém, conversar, passear, almoçar e jantar, fazer amor e até mesmo chatearmo-nos só pelo simples prazer de fazermos as pazes! Ainda bem que te dedicaste a conquistar-me apesar do meu feitio por vezes chato que tu dizes que odeias mas no fundo adoras. Fazes-me sentir mesmo muito feliz. Quero que isto resulte para sempre!

Texto de Guilherme Filipe

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...