dtejkef

Ajuda-me a querer-te…

Como não sentir medo depois de uma desilusão? Depois de te terem quebrado o coração? Oxalá pudéssemos esquecer as dores e as traições, oxalá fosse mais fácil perdoar e esquecer, oxalá não custasse tanto voltar a confiar.

Creio que depois de termos amado e chorado, é mais difícil voltar a amar, voltar a entregar-se à paixão, creio que depois desse primeiro grande amor, agimos com mais precaução, pouco a pouco vamos recuperando a confiança e a esperança, mas é inevitável, temos medo de voltar a sofrer.

É exatamente nesse ponto que me encontro hoje contigo, eu quero-te, juro-te sinceramente que te quero, mas ainda há em mim uma barreira que me mantém longe, que me limita a sentir. O meu carinho por ti foi crescendo com o tempo, acostumei-me a ti, estive contigo nos meus maus momentos, juro-te que não sei o que faria sem o teu apoio, sem o teu carinho, sem as tuas palavras de alento.

Quero-te, mas ainda resisto a entregar-me por completo, angustia-me o medo de poder perder alguém de novo, tenho medo das mudanças que o tempo provoca nos sentimentos.

Sou honesto, quero-te e quero querer-te ainda mais, mas talvez já não saiba como fazê-lo, por favor ajuda-me, varre da minha mente o passado e estes medos absurdos. Ajuda-me a acreditar que há pessoas em quem se pode confiar. Não me julgues, talvez contigo não tenha acontecido tudo isto, mas precisas saber que quando eu quero, quero de verdade… Precisas entender que eu não tenho medo de sentir, o que me apavora é que não me queiram com a mesma força com que eu quero.

Não penses que é egoísmo, nem covardia, nunca faria algo para te magoar, podes estar certo que a forma como eu me entrego torna-me vulnerável, mas é sincera.

Se queres querer-me, pensa bem, tens de estar disposto a dar um amor sincero, porque se eu começar a querer-te mais do que te quero agora e tu não corresponderes, acabarei novamente com o coração quebrado, e não sei se aguento.

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...