srtstrn1

Algumas pessoas só vão amar-nos quando nós pararmos de as amar

Algumas pessoas só nos vão valorizar quando nós tomarmos a decisão de partir para outra. Quando nós já não lhes proporcionarmos o apoio que elas tinham como certo, quando nós já não lhes enviarmos mais as mensagens doces que elas antes ignoravam, quando nós já não as recebermos de braços abertos de cada vez que elas baterem na nossa porta no meio da noite, quando nós já não esperarmos mais pelas suas chamadas ao lado do telefone.

Algumas pessoas só vão perceber o quanto nós as amámos quando não encontrarem mais ninguém que possa amá-las tanto como nós o fizemos. Quando elas não conseguirem encontrar outra pessoa que ame cada detalhe seu como nós um dia amámos, quando não conseguirem encontrar mais alguém que olhe para elas como se elas fossem a única coisa que aquele alguém deseja ou quando não conseguirem encontrar mais alguém que as faça sentir como se estivessem em casa – seguras e protegidas de todo o caos e barulho do mundo.

Algumas pessoas só vão tentar conquistar a nossa atenção assim que nós pararmos de lhes dar essa mesma atenção. Quando nós pararmos de ser o seu maior fã, quando nós pararmos de gostar de tudo o que elas fazem, quando nós pararmos de lhes ligar no meio do dia para dizer o quanto nós as amamos, quando nós pararmos de lhes comprar coisas que elas mencionaram que queriam numa conversa aleatória, quando nós pararmos de desistir de tudo para estarmos lá para elas quando elas precisarem de nós.

Algumas pessoas só vão tentar ganhar-nos de volta depois de nos perderem. Quando elas se lembrarem que nós temos outras opções, quando se lembrarem de que alguém lá fora vai tratar-nos melhor, quando elas se lembrarem que nós não vamos aceitar ser uma opção para sempre, quando se lembrarem do quão egoístas foram o tempo todo e de como nunca fizeram com que nós sentíssemos que éramos importantes.

Algumas pessoas só vão sentir a nossa falta quando nós as esquecermos. Quando nós esquecermos de lhes ligar no seu aniversário, quando nós esquecermos a sua música favorita, quando nós nos esquecermos dos seus segredos e jogarmos fora as suas memórias. Quando nós esquecermos a forma como elas nos fizeram sentir um dia.

Algumas pessoas só irão começar a respeitar-nos quando nós nos afastarmos delas. Quando elas perceberem que nós nos tínhamos comprometido verdadeiramente para com elas, quando elas se lembrarem do número de vezes que nós saímos do nosso próprio caminho só para agradá-las, quando reconhecerem as vezes que nós já as perdoámos, quando nós formos embora porque já não aguentávamos mais todo aquele desprezo – porque elas confundiram a nossa paciência e compreensão com fraqueza, e confundiram a nossa vulnerabilidade com passividade.

Algumas pessoas só vão amar-nos quando nós pararmos de as amar. Quando nós não sentirmos mais falta do toque da sua mão ou do som da sua voz. Quando elas puderem ver que nós mudámos e não olhamos mais para elas da mesma maneira que costumávamos fazer. Quando nós não pensarmos mais nelas antes de dormir ou deixaremos de ir de carro até sua casa para nos certificarmos de que elas estão bem. Algumas pessoas só vão amar-nos quando perceberam o que perderam e quando finalmente decidirem abrir os seus corações para nós, depois de terem feito o nosso em pedaços.

Só aí elas vão sentir falta do que antes tinham como garantido e só aí vão tentar conquistar-nos de volta, quando já for demasiado tarde. Algumas pessoas nunca vão ter a chance de nos amar de novo, porque o nosso coração pertence a quem não precisa de nos perder uma ou mais vezes para aprender a amar-nos e a valorizar-nos corretamente.

Texto de Rania Naim (tradução)

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...