adssf

Afinal, os teus amigos são MESMO parte da tua família

É incrível como, às vezes, encontramos pessoas que em pouco tempo se tornam amigos muito próximos. Como se sempre tivessem feito parte da nossa vida. A ciência pode ter encontrado uma explicação para isso: geneticamente, os teus amigos são como primos distantes.

Pois é. Foi o que descobriram alguns investigadores americanos. Eles estudaram 1,5 milhões de marcadores de variabilidade genética. E, em seguida, compararam o genoma de quase 2 mil pessoas. Alguns dos voluntários eram velhos conhecidos, amigos bem próximos – e, em geral, eles tinham mais genes em comum com os amigos do que com outros participantes desconhecidos.

Ainda assim, não é uma quantidade muito grande: partilhamos cerca de 1% dos genes com os nossos amigos. Mas é a mesma quantidade que partilhamos com um primo de quarto grau. Ou com um tetravô. “Este valor pode parecer pouca coisa. Mas para a genética é um número significativo. De alguma forma, entre tantas possibilidades, nós selecionamos os amigos que se parecem com os nossos parentes”, conta Nicholas Christakis, um dos autores da pesquisa.

Agora já sabes porque sentes tanta afeição pelos teus amigos.

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...