phio

Aquele alguém especial

Ainda não é alguém para nós chamarmos de “para sempre”. É só alguém especial. É só um alguém que nos faz bem. Alguém a quem nós gostamos de contar como foi o nosso dia; alguém que nós gostamos de ouvir a sua opinião.

Aquele alguém especial ainda não é o amor da nossa vida. É só alguém. Mas é um alguém com quem nós gostamos de falar e falar sem parar. Que nós sorrimos quando recebemos a notificação no telemóvel. É um alguém que nós chamamos para jantar no lugar de outros “alguéns” por aí.

Aquele alguém especial é quem nos confunde ao nos decifrar e ao fazer-nos bem mesmo sem nós necessariamente precisarmos. É alguém que nos leva à dúvida de parecer muito mais do que só um alguém, e ao mesmo tempo ainda não o ser. Como é possível? É alguém que entende o que a gente gosta! Sabe como não conseguimos resistir a um carinho atrás da orelha.

É muito estranho. Aquele alguém especial é alguém que nos faz sentir vários tipos de saudade. Saudade da rotina de todo dia ter um “bom dia”. Saudade dos links com vídeos e textos engraçados ao longo do dia. Saudade do tipo de piada, do tipo de risada. Saudade até mesmo das brigas e discussões.

É alguém que até a internet parece entender que não é só um alguém qualquer. Aquele alguém está ali no nosso chat, está no topo das nossas conversas do Whatsapp, tem as publicações a aparecer mais vezes na nossa timeline. É como se a internet dissesse: “presta atenção que esse alguém já faz mais parte da tua vida do que tu imaginas”.

E muitas vezes não nos damos conta disso por medo. Jogamos contra nós mesmos, tentamos não aceitar e evitar que se torne algo maior que nos magoe mais. Mas é só alguém. É só um alguém que nos faz bem. É só um alguém especial a tentar mostrar como também somos especiais.

É um alguém que talvez se dedique mais do que nós já nos dedicamos um dia. Um alguém que não tem medo de ir além e dizer o que pensa, sabendo que sempre será algo que vamos gostar. Aquele alguém especial é um alguém que nos lembra do que não podemos esquecer: de como somos bons sozinhos mas de como podemos ser ainda melhores juntos.

Aquele alguém está por aí, mais perto de ti do que tu imaginas. Entre uma e outra foto gostada, cheio de vontade de gostar de nós também.

Texto de Márcio Rodrigues

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...