tndr

Dá para perceber quando alguém não nos quer

Lá no fundo, bem dentro de ti, uma voz continua repetindo isso bem baixinho: Aquela pessoa não te quer. Mas tu não queres acreditar nisso, tu sabes como isso vai ser injusto para ti. Ou talvez aquela pessoa até te queira, só que de um jeito diferente do teu – o que, basicamente, significa a mesma coisa.

Alguém querer-nos de um jeito que nós não queremos é o mesmo que essa pessoa não nos querer. E tu não tens culpa. Fica sabendo disso. Acredita nisso.

Tu vives de uma forma bonita. Tu és otimista, tu lutas sempre pelo bem. A tua vida sempre foi assim e sempre será, pois este é o teu jeito de viver.

Mas, na vida, algumas vezes nós só precisamos considerar as coisas tal como elas são. Explico: quem diz que nos ama hoje, pode dizer que não nos quer mais amanhã. As pessoas têm dessas coisas. Muitas vezes nós demoramos muito para chegar a essa conclusão e, em muitas dessas vezes, nós insistimos como se esperássemos um momento em que as coisas fossem inexplicavelmente dar certo.

Há vezes em que nós queremos tanto alguém que acabamos querendo pelos dois. Acho que isso tem a ver com as características de cada um de nós. Porque tu és daquelas pessoas que odeia joguinhos, tu deixas claro cada uma das tuas intenções. E isso é tão bonito. É bonito demais quando alguém escolhe demonstrar o que sente em vez de fingir sentir outra coisa.

Mas aquela pessoa provavelmente não te quer. Quando isso acontece, tu sabes, tu consegues sentir, só que dói ter que concordar.

Aquela pessoa não responde às tuas mensagens e, quando responde, demora demais. Aquela pessoa pode dizer que gosta de ti, mas demonstra exatamente o oposto. Aquela pessoa não parece querer incluir-te nos planos dela. Ela evita-te. Ela despista-te. Ela inventa uma desculpa. Ela foge, não te enfrenta.

Presta atenção em ti agora, porque talvez tu estejas a fazer mais por aquela pessoa do que alguma vez já fizeste por ti. Talvez tu quiseste tanto aquela pessoa – e queres – que deixaste de te querer a ti. Toma cuidado com isso.

Quero estar errado. Quero ser contrariado e ouvir-te dizer que me enganei. Mas, seja como for, lembra-te sempre disto: Uma pessoa pode até te querer, mas tu não precisas nunca de rastejar por isso.

Texto de Márcio Rodrigues

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...