dhdtgr1

É a forma como nos tratam que faz a gente se apaixonar

A gente se apaixona mesmo pela forma como nos tratam.

Pelo carinho inesperado, pela mão que nos agarra e pelo jeito com que nos abraça.

A gente se apaixona pelo tom da voz quando fala bonito, pelos olhos que também comunicam, e pelo silêncio que traz conforto e alívio.

Paixão é algo mesmo simples, mas quando chega, ela nos toma por completo.

A gente se apaixona pela gentileza, pela atenção, pelas atitudes que provam que nós somos verdadeiramente importantes para aquela pessoa.

A gente se apaixona pelo respeito que nos é dado. A gente se apaixona quando sente que aquela pessoa nos quer ver bem – por dentro e por fora.

A gente se apaixona quando a outra pessoa nos quer ter na sua vida, quando ela quer muito, quando ela quer incondicionalmente, todos os dias, e quando ela mostra isso sem hesitação.

A gente se apaixona quando sente que aquele alguém quer caminhar ao nosso lado, quer deixar o passado para trás e construir um futuro ao nosso lado.

A gente se apaixona quando alguém entra na nossa vida com vontade de ficar, e nos dá mais certezas do que dúvidas.

A gente se apaixona quando o outro olha para nós com orgulho de nos ter conhecido, com orgulho naquilo que somos, e naquilo que pretendemos ser.

A gente se apaixona quando sabe que o outro só tem olhos para a gente, quando sabe que o outro nos quer a nós e apenas a nós, e que sente a nossa falta quando não está ao nosso lado.

A gente se apaixona quando a pessoa nos faz perder a noção do tempo, quando ela nos causa arrepios. A gente se apaixona quando a pessoa, mesmo no silêncio, sabe escutar-nos.

Não há paixão apenas pelo status, isso são apenas aparências. O modo como nos tratam vale mais que qualquer riqueza.

Texto de Anieli Talon (adaptado)

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...