thrdhtdr1

Elegância é algo que a gente carrega e não veste.

Ser elegante vai além de ter bom gosto com roupas e saber vestir-se. Elegância é algo que a gente carrega e não veste.

Ser elegante é ter regras de etiqueta da vida e não do armário. É ter educação e bom comportamento.

Sabes o que é mesmo elegante? Ter bom senso e respeito.

Não é preciso estar em cima de um salto alto ou dentro de um casaco caríssimo para ser elegante. As atitudes tornam feias as pessoas que não têm bom comportamento.

A elegância está na simplicidade de um bom dia sincero para o porteiro que passou a noite toda acordado, no falar baixo quando o outro está perto, no saber ouvir quando o outro fala, e no saber sorrir quando isso é tudo o que tu podes oferecer no momento. No saber agir sem agredir.

Uma pessoa elegante tem encantamento na voz, fala com propriedade e tem jeito com as palavras. Sabe chamar a atenção sem ser rude, saber observar sem se intrometer, sabe respeitar o espaço alheio.

A elegância está no tom da voz e no silêncio que também comunica. Na forma de se posicionar quando precisa, no jeito de ver o mundo.

Um pessoa elegante não inventa mentiras e não se mete em baixaria. Quem é elegante tem positividade, atrai pessoas do bem, vibra com a vida, com os sucessos, torce pelo outro, não tem inveja, carrega alegrias e otimismo, e sente com verdade.

Elegância está no “com licença” e no “muito obrigado”. No reconhecimento do esforço, na empatia e na colaboração. Está na mão que ajuda, está também na gratidão.

E quanto mais conheço pessoas, mais percebo que a elegância é feita de simplicidade e não de rótulos e invólucros sociais. Encontrei mais elegância calçada de chinelos do que vestida de etiquetas, e isso não tem a ver com situação financeira, mas com referência de vida, criação e sabedoria.

Encontrei a elegância no ser e não no ter, e percebi que é mais elegante aqueles que se vestem de amor.

Texto de Anieli Talon

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...