sfvg

Essa dor já deu tudo o que tinha a dar.

É preciso lidar com a realidade, com essa coisa por vezes fria, morna e quente chamada realidade. As dores que tu sentes podem ser, para ti, as piores dores do mundo, autênticas dores de parto muitas vezes por conta de algo ou alguém que se afastou da tua vida. Mas os nossos organismos não costumam reagir sentindo dor para dizer que o problema está lá fora. O problema está cá dentro. A dor só está aí para te avisar que algo tem que mudar. E esse algo és tu, por completo.

Tu precisas migrar para uma outra situação, uma outra realidade, uma outra vida que se adapte a ti e aos teus objetivos com mais firmeza.

Tu precisas aceitar que, algumas vezes, as coisas não são como queremos que elas sejam e que por isso é mais sábio aprendermos a conduzir-nos dignamente no meio das situações, do que negarmos os factos para confortarmos os nossos corações. A vida está aí para ser vivida, e as dores fazem parte dela.

Então sente. Sente como se o mundo fosse acabar, agora, neste instante. Sente como se sentir fosse a única saída dos teus problemas. Mas sente tanto que, de tanto sentir, uma hora tu interiorizarás a dor, e farás dela parte de ti. A dor faz parte da tua história, da tua vida, dos teus problemas e das tuas conquistas. A dor é mais do que apenas parte de ti – ela és tu mesmo. Aceita-a.

E então salta para outra. Porque essa dor já deu tudo o que tinha que dar, já te ensinou o quão forte tu és e mostrou-te que tu és perfeitamente capaz de enfrentá-la. Essa dor já serviu ao seu propósito maior: mostrar-te que, embora não possas ter tudo o que queres, tu és mais forte do que pensas ser, estás mais resistente do que antes e, acima de tudo, tu precisas saltar para o próximo capítulo da tua vida.

Um novo capítulo com outras dores, é verdade, mas com prazeres que tu só descobrirás se te desapegares desse sofrimento gratuito e que, tu sabes, não te levará a mais lugar nenhum.

Texto de Alysson Augusto

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...