dhnd1

Larga quem não te agarra.

Muitas vezes depositamos expectativas em alguém que, por inúmeras vezes, mostrou que não merece. Não sabemos o que procuramos, mas queremos encontrar.

Larga quem não permite que tu sejas tu mesmo, dos pés à cabeça, de corpo e alma, durante a vida inteira. Larga quem te proíbe de ser feliz. Larga quem não for paciente com os obstáculos que houver no caminho.

Larga quem não te agarra forte pela cintura. Estremecer a espinha com um beijo na nuca faz-nos sentir vivos. Larga a mão de quem não te dá um abraço caloroso, daqueles que parecem tocar o corpo da cabeça aos pés e que dão uma vontade quase que incontrolável de ficar junto, de fazer carinho. Larga a mão de quem não se esforça para provocar em ti um desejo enlouquecedor de fazer do outro a tua morada, de tomar posse e nunca mais soltar. A intensidade move montanhas e a reciprocidade, simplesmente, deixa qualquer coisa leve e faz acontecer até o que parecia quase impossível.

Um ser em ebulição, não merece um ser morno. A sintonia e a química são ingredientes essências para qualquer paixão. Não aceites nada menos do que aquilo que tu mereces. Se tu choras mais do que sorris, há algo de errado que precisa ser consertado com urgência. Empurrar com a barriga não vai adiantar nada, tu estás apenas a perder o teu precioso tempo, investindo em quem não se importa contigo.

Larga quem não segura a tua mão sempre, seja ao atravessar a rua, numa situação difícil ou no topo de um edifício. Larga quem tenta mudar os teus hábitos. Larga quem não cuida de ti em qualquer circunstância. Quem não aceita as diferenças.

Larga quem não estiver disposto a aprender com os seus erros, e principalmente com os seus acertos.

Larga quem faz juras de amor mas não se esforça minimamente para cumpri-las. Larga quem não tenha atitude. Quem não queira envelhecer ao teu lado. Que não te respeite. Quem não esteja disposto a fazer o impossível por ti. Porque no fim das contas, amar não é “eu vou fazer isso por ti porque eu sei que tu queres”, é “eu vou fazer isso por ti porque eu quero. Porque eu quero ver-te feliz. Porque se tu queres, eu também quero isso para mim”.

Eu vou largar quem não me agarra. Por isso, na dúvida, agarra-me e não me deixes escapar.

Eu posso nunca mais voltar…

Texto de Jéssica Pellegrini

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...