gfhfp

Mostra-lhe o quanto tu gostas dele

Esquece os clichês.
E toda aquela história de que nenhum deles presta. Esquece os teus parâmetros, esquece os ouvidos que deste para outras pessoas sobre todos eles. Até que prove o contrário, ele não é um deles, ele é ele.

Deixa ele ficar a saber como tu gostas dele. Entende que ele também passou por coisas difíceis antes de ti e também merece um recomeço para as coisas darem certo.

Olha bem para ele, mostra como tu lhe podes fazer bem. Mas não é para tu rastejares para ele, não é para te submeteres a ele, não é para fazeres nada que não tenhas vontade; é só uma questão de preferires mostrar que sabes como funciona esse assunto da felicidade.

O papel dele também não é dos mais fáceis.
Há quem o julgue por ir rápido demais caso escolha ir logo para o ‘vamos ver’; por outro lado, há quem o julgue por ser devagar demais justamente por não tentar a mesma coisa na mesma velocidade.

As coisas só são fáceis quando vemos um único lado delas.

Mostra que acreditas no que ele te diz. Dá-lhe a confiança que ele precisa para ser melhor e te mostrar que não apareceu para ser mais um. Tu precisas de te permitir para que ele possa conseguir ir além de um “vamos combinar de sair”.

Ele tem preocupações parecidas com as tuas – ou achas mesmo que só tu é que demoras a escolher o que vais vestir? Ele também escolhe a dedo a roupa para te encontrar, abusa do perfume para te impressionar e passa longos minutos a deixar o cabelo no lugar. Ele escolhe uma música no carro só para te deixar mais contente. E ele chega muito mais cedo ao local de encontro do que tu imaginas, ao invés do “sem problemas, acabei de chegar” que ele te diz quando te ouve a te desculpares pelo atraso.

Ele é uma pessoa igual a ti; tem tantos defeitos quanto tu.
Ele é alguém cheio de sonhos e vontade de confiar em alguém.

Mostra-lhe que gostas dele. Deixa-o mostrar-te como é bom o seu abraço e como é relaxante o seu peito. Deixa-o também perguntar-te quem é aquele rapaz que gosta de todas as tuas fotos. Deixa-o ser ele mesmo. Ele não espera que tu sejas perfeita, mas o que ele precisa é de que tu o vejas como alguém que te admira, que te apoia e que te respeita.
E ele cede a todas as tuas vontades. Ele quer fazer-te muito bem. Ele dá ouvidos a toda a gente, mas só te segue a ti.

Mostra-lhe que gostas dele.
Comenta os detalhes que perceberes, ajuda nas escolhas do antitranspirante no supermercado, elogia se o corte de cabelo ficar bom, diz-lhe que cor é que tu gostarias de vê-lo vestir e fala sobre os filmes que gostarias de ver.
Tu só vais ser feliz quando entenderes o prazer que é fazer alguém feliz também. A tua autodefesa de pensares que todos são iguais por teres medo de sofrer, não te aproxima da felicidade que esperas viver. Mostra para ele que tu gostas dele. Mostra que não o vês como mais um.
Não é sobre dar-lhe uma chance, é sobre preferir tentar ser feliz.
Ele também não vai ser quem te vai fazer esquecer as dores que viveste, ele é alguém que te vai lembrar que existe muita coisa boa para se viver.
Mostra-lhe que gostas dele. Mesmo que ele não saiba escrever coisas bonitas, mesmo que a barriga dele não seja a de um modelo da novela da noite, mesmo que as tuas amigas te digam que ele ‘até que é bonitinho’.

Mostra-lhe que gostas dele.
Mostrar não tem nada a ver com sujeitar-se, tem a ver com saber valorizar.

Texto de Márcio Rodrigues

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...