zdtej

Não deixes escapar as pessoas que fazem o teu mundo bonito

As pessoas que fazem o teu mundo bonito são aquelas que permanecem. Isto é, aquelas que te consolam, que te fazem sorrir, que te acalmam e te mantêm forte. Com essas pessoas, as relações são sólidas, consistentes e leais.

As pessoas bonitas são sinceras, apertam a tua mão, e quando te olham nos olhos atingem o teu coração. Apenas a sua presença já te emociona, porque respeitam, não julgam e mostram sempre os seus rostos. Por isso são as pessoas que fazem o nosso mundo bonito.

“Tem cuidado para não perdê-las, não deixá-las ir. Não cometas o erro de abandoná-las quanto algo te incomodar, ou quando não precisares delas.”

Há pessoas que se encaixam em nós e nos encantam. Não por algo em particular, mas porque nos oferecem confiança e serenidade. São relações cultivadas em pequenos detalhes, sinceros e verdadeiros. São aquelas que podem ser alimentadas com olhares e pequenos gestos, pois cada detalhe torna-se uma grande obra.

Estes sentimentos são frequentemente recíprocos e há certas regras não escritas que prevalecem entre eles. No entanto, muitas vezes esquecemo-nos de que “eu gosto de ti” também deve ser dito, e que a gratidão é o melhor alimento para a alma.

No final, tu percebes que as pequenas coisas são sempre as mais importante. Conversas às três da manhã, sorrisos espontâneos, imagens que vos fazem rir em voz alta. Isso é o que realmente vale a pena; pequenas coisas que despertam grandes emoções.

Então, muitas vezes negligenciamos algo tão importante e vital como a demonstração de afeto e a atenção às necessidades emocionais daqueles que nos rodeiam e que nos são importantes nesta dança da vida.

Diz-se que o amor dura tanto quanto nós nos importamos, e que nós importamo-nos tanto quanto queremos. Assim, apesar de nós sermos humanos e às vezes cometermos erros que podem levar a mal-entendidos a respeito do nosso afeto, a verdade é que não podemos dar-nos ao luxo de perder as pessoas de valor.

Infelizmente é comum ignorarmos as pessoas importantes por pura preguiça, falta de tempo ou falta de interesse. Nós muitas vezes cometemos o erro de não dedicarmos o tempo necessário a demonstrar o quão importantes são essas pessoas.

Da mesma forma, também é provável que em algum momento já sentimos que alguém nos deixou de lado, e ficámos loucos a tentar entender o que aconteceu.

“Não podemos perder essas pessoas agradáveis que tornam o nosso mundo bonito. Com elas, podemos ser nós mesmos, em toda a nossa essência e de forma livre, o que é algo tão magnífico como incomum. Portanto, cuida e enriquece os teus relacionamentos, e age sempre com a sinceridade mais absoluta.”

Texto de Raquel Aldana (tradução)

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...