zhtedht

Não procures um amor… procura ser feliz!

Não procures um amor, a sério.

Às vezes passamos tempo de mais a procurar por algo que não é verdadeiramente aquilo que queremos, e o amor é uma dessas coisas.

As pessoas só querem encontrar uma metade da laranja porque acreditam que amando alguém serão mais felizes, que lhes trará bem-estar. Porém, muitas vezes o que acontece é que ao procurar um amor, acabamos por encontrar a dor.

Não estou a falar do fim dos relacionamentos, nada disso. Falo daquelas relações que desde o começo só trazem irritação, desavenças, brigas e mágoa.

Gente que trai, que é intolerante, que te põe para baixo, que te diminui entre os amigos, que desestimula os teus desejos e desencoraja as tuas vontades, que destrói as tuas vitórias ou que te faz chorar até por qualquer coisa pequena…

O mundo está cheio de gente assim, não sei porquê, mas confessa, quem nunca conheceu um casal assim ou nunca namorou alguém assim?

Não quero uma relação em que eu sinta falta de mim mesmo, em que eu tenha medo da reação da pessoa ou que seja maltratado correntemente. Apesar de eu achar que isso não é amor, as pessoas assim costumam dizer: “ah, nós não estamos bem mas nós amamo-nos muito!”.

Eu quero alguém que seja uma boa pessoa, que me faça bem, que proporcione risadas no lugar de lágrimas e sorrisos no lugar de tristeza, quero uma companhia para os momentos difíceis e também para os bons, quero acima de tudo alguém a quem eu possa confiar os meus maiores segredos sem receio algum.

Não preciso de ser aquele tipo de casal que possui uma só identidade, quero ser eu mesmo, mas ao lado da pessoa que torna tudo mais leve e cheio de cores, alguém que me surpreenda ainda que apenas com uma palavra de conforto, quero o encanto de acordar ao lado de uma pessoa e agradecer por tê-la conhecido.

Para mim isso tudo tem nome, FELICIDADE. O erro para mim é esse, busca-se primeiro alguém “para amar” sem saber se essa pessoa nos vai proporcionar felicidade, quando deveríamos primeiro nos preocupar em sermos felizes para depois ver se nos vamos tornar um grande amor.

Hoje acredito mais em duas pessoas felizes que não sabem se se amam do que em duas pessoas que se amam mas não sabem se são felizes. Por isso, aconselho-te: não procures um amor, procura ser feliz, dá muito mais resultado e faz bem para a saúde, para a pele e para o coração!

Texto de AndreTaka

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...