dthju

Razões por que vale a pena escolheres a mulher complicada

“Porque é que não fui eu?”, perguntou Carrie ao amor da sua vida, mesmo antes de ele se casar com outra mulher. “Não, a sério. Eu gostava mesmo de ouvir da tua boca. Vá lá, sê amigo”.

“Não sei… As coisas entre eu e tu complicaram-se… e a Natasha é tão…” respondeu o Mr. Big.

“Pois.”

Eu sei que é cliché citar “O Sexo e a Cidade”, mas ainda hoje é tão relevante.

Este episódio mostrou a mim e a muitas outras mulheres o que nós já sabíamos no nosso subconsciente há muito tempo: nós somos o tipo de mulheres com quem um homem devia estar, mas não quer.

O Mr. Big ia provavelmente acabar a sua frase com “fácil”. Natasha, a sua futura mulher, era de facto fácil — ela deixava-se levar pela corrente. Ela nunca ficava irritada com ele nem o incentivava a ser melhor. Deixava-o fazer tudo o que ele queria.

Carrie, por outro lado, era complicada. Ela não aceitava receber menos do que o que ela merecia. Ela ansiava por mais do Mr. Big. Ela tinha opiniões e uma vida e sonhos para os dois juntos. Às vezes, ela discutia com ele em momentos inoportunos. Porque ela é apaixonada e emocional, ela preocupava-se.

Não que Natasha não se importasse também. Mas ela é uma menina básica que quer manter a paz a qualquer custo, mesmo que isso signifique colocar as suas necessidades de lado. A sua mente não é tão analítica e imaginativa como a de Carrie, para que ela possa aguentar mais. Ela é simples.

Eu não sou simples. Eu sou um desafio para qualquer homem, tenho que admitir. Por mais que eu me esforce em tentar ser a menina simples, a menina básica, simplesmente não está na minha natureza ser uma. Se eu exijo mais de alguém, é porque eu vejo um grande potencial.

Eu só quero o melhor para mim e para quem está ao meu lado, então eu nunca vou compactuar em fazer parte de uma relação medíocre e desapaixonada, que viva da aparência.

Um homem ou um menino imaturo vai querer sempre a menina simples. Ele não quer ter que trabalhar duro para nada, muito menos para um relacionamento. Ele não quer ser desafiado ou confrontado.

Mas, um homem de verdade sabe que por estar com uma mulher complexa, isso vai ser melhor para ele. Às vezes, essa mulher pode ser difícil e complicada, mas ele sabe que as suas intenções são boas. Com uma comunicação saudável, o relacionamento vai ficar mais forte.

Este é o tipo de mulher pela qual tu te devias apaixonar. Tu podes pensar que não é o que tu queres, mas na realidade é. A menina fácil nunca vai satisfazer-te. Ela vai ser doce, mas não suscita entusiasmo. Ela vai ser querida, mas não te vai inspirar. Ela vai sempre deixar-te insaciado, a querer mais do que aquilo.

Mesmo teimoso, o Mr. Big veio a perceber que ele não queria uma mulher fácil, e ele acabou por trair Natasha… com Carrie.

Mulheres complicadas são criativas e, às vezes, emocionais. Ela também pode ter um toque daquilo que algumas pessoas chamariam “loucura”. Mas, ninguém vai amar-te melhor do que ela. Ninguém vai fazer amor contigo com tanta paixão como ela.

Ninguém vai encorajar-te a seguires os teus sonhos como ela. Tu terás muitas conversas profundas com ela e que te farão questionar as tuas crenças e ideias. Ela também vai ser mais esperta do que tu, em muitas ocasiões. Não vai ser sempre fácil, mas vai ser mais satisfatório e sempre divertido.

Uma mulher simples tem uma mente simples. As coisas não vão ser tão difíceis quando tu estiveres com essa mulher; será um mar calmo e bom de velejar. Este é o tipo de mulher que tu provavelmente imaginas casar, não aquele que é opinativo e inteligente, que nem sempre concorda contigo.

Mas, se tu queres ser o melhor que tu podes ser e expandir a tua mente e as tuas capacidades, casa-te com uma mulher complicada.

Casa com a mulher que te diz exatamente o que ela espera e o que ela procura.

Casa com a mulher que exige o teu respeito.

Casa com a mulher que te incentiva a mostrares ao mundo os teus talentos ao invés de te incentivar a viveres com eles acomodados.

Casa com a mulher que pode falar de política, mesmo que as suas opiniões sejam diferentes das tuas.

Casa com a mulher cujos olhos cintilam de paixão quando fala sobre uma série de temas diferentes.

Casa com a mulher que te incentiva a ser melhor a cada dia.

Casa com a mulher com quem tu às vezes lutas e brigas.

Casa com a mulher que é igual a ti ou superior.

O meu pai diz muitas vezes que a coisa que mais o atraiu na minha mãe foi o facto de que ela era mais inteligente do que ele. Só um grande homem é capaz de dizer isso e saber que isso é bom para ele.

Não me entendas mal; uma mulher complicada que ainda não está madura vai ser uma dor de cabeça. Ela vai entrar em lutas contigo por tudo e por nada, e tu vais sentir-te um falhado na presença dela porque não sabes como fazê-la feliz.

Mas, com um pouco de experiência e sabedoria, esta é a menina que vai tornar-se material para casar. E, assim que ela atingir esse ponto, é melhor que tu nunca a deixes ir embora, ou tu vais arriscar a perder a melhor coisa que já tiveste.

Texto de Lauren Skirvin (tradução)

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...