Se a pessoa escolheu ir embora, deixa-a ir… - Já Foste

Se a pessoa escolheu ir embora, deixa-a ir…

Se alguém faz uma escolha, e se eu perceber que aquilo vai causar mal à pessoa, eu até tento interceder, de alguma forma.

Porém, quando o caso é amor e relacionamentos, se alguém vem e diz que não te ama, o que se há de fazer? Obrigá-lo a amar? É possível obrigar alguém a nos amar? E o que pode ser feito? Talvez, amordaçar essa pessoa e amarrá-la dentro de um porão ou, quem sabe, uma coisa completando outra, sequestrá-la até que ela confesse, por livre e espontânea pressão, que te ama e vai ficar contigo?

Isso não funciona. Não é possível obrigar alguém que não te ama a te amar.

Um dia, ele (a) escolheu ir embora. Escolheu dizendo que tu não és tão importante para ele (a) quanto tu imaginavas. O teu mundo desaba ali, na hora.

Mas então, tu pensas: se ele (a) não sente por mim o mesmo que eu sinto por ele (a) e decidiu partir, por que devo insistir? Em quê insistirei? No nada? No vazio? Naquilo que não existe?

Tá, tu podes até achar que ele (a) está a mentir e tentar fazê-lo (a) mudar de ideia.

Mas se ele (a) mentiu, quer dizer que fez uma escolha e que a escolha foi viver sem ti.

E, cá para nós, se ele (a) fez uma escolha, não valorizando a pessoa que sempre esteve do seu lado, por que tu vais insistir?

Sei que temos amor demais no coração, sei que quando estamos apaixonados só queremos ter aquela pessoa do nosso lado, mas, se tudo o que a gente fez pela pessoa não foi o suficiente para que ela quisesse ficar, se cada sacrifício ou gesto de carinho não foi importante e não o fez amar, por que deixar essa pessoa ficar? Para que tu sofras ainda mais vendo a vida dele (a) seguir, e a tua parada?

Imaginar que um dia ele (a) possa vir a amar-te é algo para o qual não temos tempo! Estamos todos tão malucos por amor que, se o teu amor é negado por alguém, não há como forçar, porque, com certeza, outra pessoa também louca por amor virá até ti, e irá aceitar aquilo que o outro não quis.

Então, minha amiga (ou meu amigo), deixa essa pessoa partir. Lembra-te de que não foste tu quem quis assim, pelo contrário, tu fizeste de tudo para que ele (ou ela) ficasse, mas ele (a) escolheu ir embora.

Escolheu viver sem ti, escolheu viver longe de ti, sem o teu abraço, sem o teu sorriso e sem o teu amor. Foi ele (a) quem escolheu, não foste tu! Então, por que sofrer tanto?

É, sim, provável que um dia ele (a) se arrependa, que encontre amores vazios e se lembre do amor cheio de luz que tu tinhas para dar. Pode até ser que ele (a) pense em voltar, mas nem volte. Algumas pessoas são muito orgulhosas para isso. Passam uma vida sofrendo por amores que deixaram para trás. Talvez, ele (a) seja um (a) desses (dessas). Só que enquanto ele (a) sofre lá no futuro, tu já terás reconstruído a tua vida. Tu não esperaste por ele (a) porque sabias que não tinhas o que esperar, não é mesmo? Ele (a) te disse, naquele dia, que não sentia amor por ti, que não te queria como namorado (a) nem companheiro (a), por isso por que motivo tu ainda irias esperar por ele (a)?

Ele (a) estava inseguro, protegendo-se, com medo de amar? Que importa se for?! É claro que ele (a) perdeu a única oportunidade da sua vida de viver um amor de verdade, que o faria feliz e que transformaria a sua vida, se ele (a) permitisse. MAS ELE (A) NÃO QUIS.

A escolha foi dele (a), não tua. Sendo dele (a), só te resta tirar o pó das mãos e deixá-lo (a) seguir, sabe-se lá para onde, sabe-se lá com quem.

E tudo o que resta para ti é tirá-lo (a) do coração, esquecê-lo (a) e esperar que, um dia, não muito longe, alguém te diga que quer ficar para estar contigo e que tu és a pessoa mais importante da vida dele (a).

Uma hora isso vai acontecer, e mesmo que o teu coração esteja apertado de dor agora, confia. A luz do amor brilha para todos e por que não haveria de brilhar também para ti?

Texto de Cris Souza Fontês

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...