Agradeça ao ex, por ter te ensinado o que não é o amor! - Já Foste

Agradeça ao ex, por ter te ensinado o que não é o amor!

Muitas vezes, quem perde está na verdade ganhando. A gente tem o hábito de enxergar tudo no calor do momento, mas muitas vezes o tempo acaba por nos mostrar com clareza que muita coisa era na realidade o oposto do que imaginávamos.

É assim com tudo, é assim também com o amor. Quantas vezes tu não te prendeste a um relacionamento sufocante, desgastante, com alguém que parecia ser um grande amigo, um parceiro perfeito, como se não pudésses encontrar nada melhor, como se viver sem aquela pessoa te fosse impossível e inimaginável. E, passado um tempo sem aquela pessoa na tua vida, percebeste que a tua vida ficou melhor, que estavas na verdade a perder tempo à toa?

Tudo tem uma razão de ser, o que nos acontece, o que nos fazem, o quanto sofremos, sorrimos, o tanto que lutamos, é tudo parte de nosso aprendizado, para que nos tornemos pessoas melhores e mais convictas daquilo que queremos ou não para nós.

As coisas boas que acontecem na nossa vida nos mostram quem devemos manter junto de nós. As coisas ruins, por outro lado, nos mostram – de forma dolorosa – quem devemos evitar, quem teremos de manter afastados da nossa vida, lá longe.

Por isso é que, muitas vezes, sofrer por quem não nos quer mais, por quem usou e abusou do nosso melhor, por quem nos teve e nos dispensou como objetos em desuso, inevitavelmente se tornará algo positivo no futuro, pois terá nos ensinado o que não é o amor.

A passagem do tempo irá nos acalmar e nos fazer perceber com clareza que aquela pessoa estava muito longe de ser quem nos merece, quem nos acrescenta, quem nos é vital. Essas pessoas foram importantes somente para nos mostrar o que não podemos aceitar como amor.

É impossível evitar sofrer com um término de um relacionamento, uma vez que quando estamos ali no momento, vivendo as coisas de muito perto, é difícil enxergar com firmeza a realidade em que estamos inseridos.

No entanto, com o passar dos dias, conseguiremos nos libertar de quem já não faz parte da nossa vida, dando-lhe a devida importância: nenhuma.

A única coisa importante que fica é a lição que essas pessoas nos forçaram a aprender.

É dessa forma que nos fortalecemos e nos preparamos para o encontro arrebatador que acontecerá um dia com o verdadeiro amor das nossas vidas.

Texto de Marcel Camargo

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...