O maior objetivo da vida é amar e ser amado. O resto são detalhes - Já Foste

O maior objetivo da vida é amar e ser amado. O resto são detalhes

Amar e ser amado. É esse o maior objetivo da vida.

A luta para realizarmos os nossos sonhos, vivermos o dia a dia, e fazermos planos para o futuro, quase sempre faz sentido apenas quando amamos e nos sentimos amados.

Por isso, o maior objetivo da vida é “alcançar” o amor. Apesar de ser natural, o amor puro é difícil de ser alcançado e, mais difícil ainda, de ser mantido e realmente vivido. Fácil é perder-se pelos caminhos da insegurança e do medo.

O medo tira as nossas forças para seguirmos em frente e começar ou recomeçar, para construirmos ideais e batalharmos para a realização das mesmas, para voltarmos a sorrir naturalmente, e nos sentirmos únicos simplesmente por existirmos. O medo faz com que sejamos apenas sombra, sem perceber que devemos nos erguer ao lado um do outro.

Talvez o maior desafio para conseguirmos viver plenamente o amor seja vencer o medo. E assim nos curarmos das doenças da solidão, da sensação de vazio, da sensação de não sermos especiais, de todo o sofrimento e, principalmente, dos nossos próprios erros, através do autoperdão, libertando-nos das prisões impostas por nós mesmos.

Portanto, quando o amor bater à porta e despertar no nosso coração, que seja sentido e vivido intensamente, sem medo da perda.

Quando ele nos escolher, que possamos simplesmente nos entregar e vivê-lo em toda a sua plenitude.

Texto de Priscila Mattos

Deixa o teu comentário

Recomendado para ti...